quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

O horror como performance da morte: José Mojica Marins e a tradição do Grand Guignol


No texto da Revista Galáxia 28 que escrevi em parceria com Lúcio Reis, analisamos aspectos da trilogia de Zé do Caixão sob a perspectiva da encenação do horror originada na tradição do teatro francês do Grand Guignol (1897-1962). Discutimos também o modo como elementos gráficos do horror foram inseridos e reciclados nesses filmes, conforme mudanças de paradigmas no cenário internacional desde os anos 1960.



Nenhum comentário:

Postar um comentário