quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Ed Wood - Nosso contemporâneo?


O presente artigo (que será apresentado no XXXV Encontro da Intercom) analisa a concepção da figura do cineasta Edward D Wood Jr. (1924- 1978) como uma  espécie de herói contemporâneo no filme Ed Wood (1994), de Tim Burton. Quer-se, com isso, examinar o culto recente ao bad film e a um tipo de estética do mau gosto que têm sido cada vez mais absorvidos pela cultura massiva nos últimos 20 anos, a ponto de virem perdendo, na segunda década do XXI, o possível caráter transgressor que tiveram originalmente. Como se pretende demonstrar, o reconhecimento de Wood, mesmo na qualidade de “o pior cineasta de todos os tempos”, teve um papel relevante nesse processo de legitimação e posterior massificação do culto ao trash. Para isso, recorre-se à fortuna crítica do filme do Burton e à discussão de Sconce (1995; 2007) sobre o conceito de paracinema.

Leia aqui: Ed Wood - Nosso contemporâneo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário